Pronto para começar a temporada Open Air – o novo 911 Cabriolet

Quando a Porsche apresentou, em setembro de 1981, o protótipo do primeiro 911 Cabriolet no Salão Internacional do Automóvel (IAA), em Frankfurt, os clientes e fãs se mostraram imediatamente entusiasmados. Desde então, a versão aberta do 911, que passou a ser fornecida a partir de 1982, tem seu lugar garantido no programa de modelos. A versão aberta do ícone dos carros esportivos traz todas as inovações do Coupé. Dentre os aperfeiçoamentos específicos para o Cabriolet está um novo sistema hidráulico, que garante a abertura e o fechamento mais rápidos da capota elétrica.

O novo modelo assume a linguagem moderna do Coupé, continuando assim a ser um Porsche 911 inconfundível, mesmo na versão Cabriolet. A capota flexível totalmente automática possui um vidro traseiro integrado de maneira nivelada. A estrutura da capota incorpora elementos grandes de magnésio, os chamados arcos de superfície, que impedem de maneira confiável que o teto se deforme a altas velocidades. A capota pode ser aberta ou fechada até a uma velocidade de 50 km/h. O novo acionamento do teto, agora mais leve, reduz o tempo de abertura para cerca de doze segundos. O defletor de vento elétrico se estende em doze segundos, evitando a turbulência de ar na região da nuca.

O 911 Cabriolet está disponível na versão inicial como Carrera S, com tração traseira, e como Carrera 4S, com tração integral. Ambos contam com o motor boxer de seis cilindros, 2.981 cm³, 331 kW (450 cv) a 6.500 rpm e 530 Nm de torque, entre 2.300 e 5.000 rpm. Um modo de injeção aprimorado e outras melhorias, como o turbocompressor com nova disposição e com arrefecimento do ar de sobrealimentação aumentam a eficiência e reduzem as emissões na propulsão. A transmissão de dupla embreagem de oito marchas redefinida é responsável pela transferência de potência. O 911 Carrera S acelera em 3,9 segundos de 0 a 100 km/h (com o pacote Sport Chrono opcional: 3,7 s) e atinge uma velocidade máxima de 306 km/h. Já o 911 Carrera 4S atinge 304 km/h e acelera de 0 a 100 km/h em 3,8 segundos (com pacote Sport Chrono opcional: 3,6 s).

Graças à nova posição dos apoios do motor, o Cabriolet oferece agora ainda mais rigidez torcional do que o antecessor. Uma novidade na oferta para o 911 Cabriolet é o chassi esportivo Porsche Active Suspension Management (PASM). Neste caso, as molas são mais curtas e mais firmes, as barras estabilizadoras nos eixos dianteiro e traseiro mais resistentes e o chassi é rebaixado em dez milímetros no total. Assim, o 911 se apresenta ainda mais neutro e balanceado na estrada.

Design exterior baseado nas gerações anteriores do 911

O novo 911 Cabriolet tem a aparência mais larga, confiante e, no geral, mais robusta do que o antecessor. Sobre as grandes rodas dianteiras de 20 polegadas e traseiras de 21 polegadas de diâmetro se curvam para-lamas mais largos. Os modelos com tração traseira assumem a largura atual da carroceria dos modelos de tração integral. Aqui, o aumento no eixo traseiro é de 44 mm. A extremidade dianteira, 45 milímetros mais larga no geral, recupera um tema tradicional das gerações 911 anteriores: a tampa do porta-malas puxada para a frente com um afundamento marcante em frente ao para-brisa. Ambos alongam a dianteira e lhe conferem dinamismo.

Na traseira dominam o spoiler visivelmente mais largo, variavelmente extensível, e a fina faixa luminosa contínua. Com exceção da capota e das extremidades dianteira e traseira, todo o exterior é de alumínio.

Interior remodelado com linhas claras

O interior se caracteriza pelas linhas claras e retas do painel de instrumentos com o nível dos instrumentos recuado. Tal como no 911 original, o painel de instrumentos se prolonga em toda a largura entre dois níveis de palhetas horizontais. Além do conta-giros posicionado ao centro, duas finas telas de forma livre e sem moldura informam o motorista. A grande tela central do Porsche Communication Management (PCM), agora com 10,9 polegadas, pode ser operada rapidamente e sem distrações.

Sistemas de assistência abrangentes para maior segurança e conforto

Como novidade mundial, a Porsche desenvolveu o modo “Wet” de série. A função detecta águas paradas na estrada, pré-condiciona os sistemas de regulagem e avisa o motorista. Assim, ele pode regular o veículo com o toque de um botão ou por seletor de modo no volante (pacote Sport Chrono), de forma mais orientada para a estabilidade. O assistente de aviso de frenagem, também de série, recorre a câmeras para detectar o perigo de colisões com veículos, pedestres e ciclistas e, se necessário, emite um alerta ou inicia uma frenagem de emergência. Um assistente de estacionamento com câmera de marcha à ré inclusa complementa o equipamento de série no Cabriolet. Opcionais para o 911 são um assistente de visão noturna com câmera termográfica, assim como um controle da velocidade de cruzeiro com regulagem automática da distância, função Stop-and-Go e sistema reversível de proteção dos ocupantes.

Na Alemanha, o 911 Carrera S Cabriolet pode ser adquirido a partir de 134.405 euros e o 911 Carrera 4S Cabriolet a partir de 142.259 euros, incluindo IVA e equipamento específico do país.

next item
Novo Porsche 718 T
previous item
Três estreias públicas em Genebra