Menos é mais – o novo Porsche 911 Carrera T

Aumento purista para a família do 911

Com o 911 Carrera T, a Porsche revitaliza o conceito purista do 911 T de 1968: menor peso, câmbio manual mais curto e tração traseira com bloqueio mecânico transversal do eixo traseiro para melhor performance e intenso prazer de dirigir. O novo modelo com visual exclusivo é baseado no 911 Carrera e gera 272 kW (370 cv). Além disso, o 911 Carrera T – onde o “T” significa Touring na Porsche – dispõe de equipamentos adicionais que não estão disponíveis no 911 Carrera. Estes incluem, por exemplo, o chassi esportivo PASM de série, com rebaixamento de 20 milímetros, o pacote Sport Chrono com peso otimizado, a alavanca de câmbio mais curta com esquema de câmbio em vermelho e as faixas centrais dos bancos em tecido Sport-Tex. O eixo traseiro direcional, que não é disponibilizado para o 911 Carrera, também pode ser adquirido como opcional para o 911 Carrera T.

A estrutura do 911 Carrera T é inteiramente orientada para esportividade e construção leve: o vidro traseiro e os vidros laterais traseiros são compostos por vidro em construção leve, os painéis das portas dispõem de alças de abertura das portas e o isolamento é reduzido ao máximo. O veículo prescinde dos bancos traseiros, assim como do Porsche Communication Management (PCM). Todavia, ambos são disponibilizados a pedido sem custo adicional. O resultado das medidas de construção leve: Com um peso vazio de 1.425 quilos, o veículo de dois lugares é 20 quilos mais leve do que um 911 Carrera com equipamentos semelhantes.

Design esportivo e visual exclusivo

O design do 911 Carrera T acentua a emoção e a esportividade do coupé de tração traseira. As partes da carroceria e as rodas diferenciam-se claramente. Na dianteira, o 911 Carrera T conta com um lábio do spoiler ajustado de modo aerodinâmico. Os retrovisores externos Sport Design são pintados em cinza ágata metálico. Na lateral, é possível reconhecer o novo modelo pelas rodas Carrera S de 20 polegadas na cor cinza titânio. Além disso, inscrições “911 Carrera T” marcam a vista lateral. A vista traseira caracteriza-se pelas lâminas da grade da tampa traseira, pela inscrição Porsche, pela designação do modelo “911 Carrera T” em cinza ágata e pelo sistema de escape esportivo de série com saídas de escape centralizadas pintadas em preto. Para as cores do exterior, é possível escolher entre preto, laranja lava, vermelho real, amarelo racing, branco e azul miami, e entre as cores metálicas branco carrara, preto intenso e prata GT.

Conceito purista no interior e novo pacote do interior

O interior também caracteriza-se pelo ênfase esportivo e purista. O motorista senta-se sobre bancos esportivos pretos (4 posições, elétricos) com faixa central em Sport-Tex. Os encostos de cabeça são decorados com uma inscrição “911” bordada em preto. Pela primeira vez, são disponibilizados também como opcionais bancos de concha integral para o novo Carrera modelo T. Os comandos de direção são transmitidos através do volante esportivo GT com aro revestido em couro. O comutador de modo de série instalado no volante seleciona os programas de direção. A alavanca de câmbio mais curta com esquema de câmbio em vermelho é reservada exclusivamente para o 911 Carrera T. Os frisos decorativos no painel de instrumentos e nas portas são pretos, assim como as alças de abertura das portas. O pacote do interior T é novo. Em conjunto com as cores contrastantes amarelo racing, vermelho real ou prata GT, ele confere ao interior um visual ainda mais esportivo. Com ele, é possível realçar o visual dos cintos de segurança, da inscrição “911” nos encostos de cabeça, das alças de abertura das portas ou das faixas centrais dos bancos em Sport Tex , por exemplo.

Peso por unidade de potência aprimorado, melhor performance

O motor boxer de seis cilindros com três litros de cilindrada e superalimentação biturbo gera uma potência de 272 kW (370 cv) e um torque máximo de 450 Nm, que é alcançado entre 1.750 rpm e 5.000 rpm. O peso por unidade de potência melhora para 3,85 kg/cv, assegurando uma performance elevada e uma dinâmica de direção ainda mais ágil. Graças a uma transmissão do eixo traseiro mais curta e ao bloqueio mecânico transversal, o 911 Carrera T completa o sprint de zero a 100 km/h em 4,5 segundos. Isso o torna 0,1 segundos mais veloz do que o 911 Carrera Coupé. O modelo atinge a marca dos 200 km/h depois de 15,1 segundos. Opcionalmente, é possível encomendar o Carrera T com sistema Porsche Doppelkupplung (PDK). Com ele, o veículo atinge os 100 km/h em 4,2 segundos e os 200 km/h depois de 14,5 segundos. Para ambas as variantes de transmissão, a velocidade máxima é superior a 290 km/h.

next item
O novo Porsche Cayenne
previous item
Orientados para design e esportividade – os novos modelos 718 GTS da Porsche